Festa

0

Foto Fatima Souza, 2011, verão em Macau e flores no quintal de Terezinha Bezerra, arquivo: o baú de Macau

Ontem,

Creio ter sonhado

Com florestas…

Choveu verde em mim.

Me empanturrei de clorofila…

Excesso de flores.

Verde,

Muito verde,

Flores…

 

Festa para a alma,

Festa para a vista,

Festa…

 

Hoje, cinzo!

(Quase escuro)

Aos primeiros sinais

De meu invernar

Recolho-me…

E…

A vida passa!

Cinza.

Verde.

Flores.

Cinza-escuro

A vida passa…

 

Passa aqui!

Rente,

De onde a observo!

A vida!

Até hoje

À mim consentida…

Por perdão,

Doada…

 

————-

 

Deixe uma resposta