Getulio Teixeira

0

Obra: Humor com gosto de sal; autor: Getúlio Teixeira; Sebo Vermelho Edições; Natal, 2003. Orelha do livro por Chiara Teixeira Nascido em Macau no ano de 1945, Getulio Teixeira desde muito cedo manifestou seu amor à cidade. Em 1971 começou sua carreira política; por duas vezes foi eleito vereador, depois Secretário de Obras, encerrando sua vida pública em 1978 como Secretário de Educação. Em 1984, já morando na capital do Estado, o até então acadêmico de Direito envolveu-se em eventos e realizou em 5 edições, os saudosos encontros macauenses. Entre um encontro e outro foram surgindo lembranças de um tempo vivido e nunca esquecido. Causos e confissões de adolescentes e de homens feitos de histórias. Nascia assim a vontade de registrar em livro toda uma época. Em Humor com Gosto de Sal, Getúlio retrata com habilidade a saudade de muitos carnavais, de várias procissões e incontáveis embarcações. Figuras memoráveis e suas particularidades, lendas e folclores da mais genuína cidade do sal, numa linguagem simples e bem humorada que faz de Humor com Gosto de Sal uma verdadeira declaração de amor a Macau.

 

 

 

 

Macau, década de 1950: um coreto e uma draga

A chegada de Nazareno ao céu

Baganas e baganeiros

Desabafo [poesia]

Mais sobre a piraca que iluminava as salinas de Macau

Os profissionais da mecânica e dançarinos do  twist

Os currais de Macau – Velhos costumes

Bateu saudade!

O Velho Mercado e o drama de Chico de Anselmo

Um apartamento azul

Das saudades de Macau: dos papangus e outras saudades

Rua Princesa Isabel: das recordações do menino Getúlio

 

Deixe uma resposta