Antonio Murilo de Paiva [Padre Murilo]

Obra: Montanha Mágica; Autor: Padre Antonio Murilo de Paiva;

Texto da orelha do livro pelo Padre Sabino Gentile:

“Tenho conversado com pessoas apaixonadas por escalar montanhas. Alguém me disse que para ele a montanha representa o lugar onde Deus mora.

É nos lugares altos que as religiões constroem seus templos. É no alto do Olimpo que moram os deuses da mitologia grega. Foi no alto do monte Horeb que Elias viu a Deus. Foi no monte Sinai que Moisés experimentou Javé, o Deus preocupado com uma forma de convivência humana, que defende a vida. “Eu sou o Senhor que tira da escravidão…”

Foi no alto da montanha que Jesus optou por um projeto de vida baseado na partilha, rejeitando o demônio da concentração de riquezas. É na montanha que proclama a nova lei: “felizes os fazedores da paz…” Foi dito aos antigos: não matarás. “Eu, porém, vos digo… Amai-vos uns aos outros com eu vos amei”.

Pe. Murilo nos ensina aqui que Huila, em língua sangustiniana, significa Montanha Luminosa. Ali, nesses parques de Huila estão guardadas as lembranças e os sonhos dos ancestrais. A montanha, então, passa a ser símbolo de saudade e de esperança. Esperança de que não haja mais mortes. Esperança de transfiguração. Esperança que nos impele a descer da montanha e aplainar caminhos, “porque o Reino está próximo”, diria João Batista.

Não precisa colocar Deus nas coisas, nos lembra Pe. Murilo. É preciso somente descobri-lo nelas. Toda revolução é marcada pela poesia. A tarefa do poeta é cantar a indignação pelo massacre inútil e cruel de tantas vidas e provocar o sonho da utopia [em grego: “o topos” = a montanha]: é possível realizar a ultrapassagem para uma vida de irmãos e irmãs. Este caderno de vida do Pe. Murilo haverá de estimular no leitor a vontade de ver a luz que está em cada um dos que vivem ao seu redor.

Obrigado, Pe. Murilo!”


Outras obras:

Mutirão de Sonhos

De Bem-te-vís e gaviões

De quem é a culpa

Lançamento:

padre murilo redz

 

 

 

 

 

 

 

 

Caravanas de Sonhos

 

O bafo e o casulo 

És padre, és pedra. Missão e oração