Alfredo Neves

1

Alfredo Ramos Neves, nasceu na cidade de Teófilo Otoni, MG. Radicou-se na cidade de Macau em 1975, chegando com o seu pai Onilio Rodrigues Neves, sua mãe Elza Ramos Neves e mais oito irmãos. Vieram para Macau embalados com o sonho da Fábrica da Barrilha, onde trabalhou aos 14 anos de idade como contínuo de carteira assinada ao lado do seu pai que era mestre de obras da Mendes Júnior, empresa responsável pela construção da Fábrica.
Fundou em 1984 os primeiros Grêmios Estudantis ao lado de Maurício Miranda, Francisco Ramos(irmão), Sandra da Rocha, Ezequias Felix, Anchieta Jácome e outros.
Em 1985 prestou concurso para a Petrobras onde trabalha até os dias de hoje. Na Petrobras, ajudou a reformar o sindicato dos petroleiros, ao lado de José Araújo (Dedé Galinha), George Câmara, Divanilton Pereira, Olegario Passos e José Geraldo Pinto (o Geraldão), tirando-o das mãos indesejadas da pelegada e chegou a ser o diretor da entidade sindical por várias gestões.
Atualmente é Técnico em Informática da Petrobras e estudante de Ciências Sociais da UFRN. Já estudou tres períodos de Física e 02 de Administração de Empresas, não tendo concluído estes cursos por trabalhar em regime de embarque na referida empresa e se dedicado às causas políticas e sociais do sindicato e do partido na cidade de Macau.
Em 1986 fundou o PT na cidade de Macau, tendo sido o seu presidente por três gestões. Na política se candidatou a vereador em 1988 (PT), a deputado estadual em 2002 e a vereador em 2006, estas últimas pelo PT. Militou na política durante anos ao lado de Floriano Bezerra, Renan Ribeiro, Dalvaci Neves(esposa), João Eudes Gomes, Cláudio Guerra, Francisco Ramos, José Antonio Aquino (Nenoca), Maurício Miranda e outros. Atualmente encontra-se distante da política e apenas se dedicando ao trabalho, aos estudos e à família.
A sua maior tristeza foi a perda da sua irmã Maria Celeste Ramos Neves, em 1993, professora dedicada das Escolas Ressurreição, CEIMH e do Estado. A sua irmã iniciou tratamento contra um câncer de mama em Macau e faleceu ao lado dos seus familiares na cidade de São Paulo.
Alfredo Neves é pai de dois filhos Eduardo Neves e Letícia Alesandra e esposo de Dalvaci André Neves. Alfredo Neves é autor de: Escritos à Insônia; A Autora Perdida, A Marcha do Homem e encontra-se no prelo: 20 Sonetos Impuros e outros Poemas.
Memória de Macau, por Claudio Guerra, da equipe O baú de Macau: Alfredo Neves foi um dos brasileiros que contribuiu com a evolução política e social não só da cidade de Macau, mas do Rio Grande do Norte. Numa cidade marcada pela perseguição cruel das ditaduras que tentou calar os trabalhadores e onde a Câmara Municipal ostentava o nome de Palácio Presidente Médice, Alfredo e seus companheiros dos grêmios estudantis, entre eles Amarildo Bezerra que faleceu vítima de um mal atroz, enfrentaram os donos do poder em Macau, lutaram pela redemocratização do país e pelas eleições diretas. Alfredo Neves foi um dos pioneiros na luta pelas rádios comunitárias.

A Marcha do Homem

Outras obras do autor:

Diminutivo de amor eterno

A rua da juventude do poeta Alfredo Neves

Oh! Bendito que semeia  Livros… livros à mão cheia… [lançamento em Macau]

Impressões Digitais  de Thiago Gonzaga –  Escritores potiguares Contemporâneos – entrevista

Veja também: http://www.obaudemacau.com/?page_id=34387

 


1

  1. Hello there, You’ve done an incredible job. I will definitely digg it and personally recommend to my friends. I am sure they will be benefited from this web site.
    louis vuitton store http://louisvuittonstores2013.overblog.com

Deixe uma resposta