Araújo Filho [Joaquim de Araújo Filho]

Araújo Filho [Joaquim de Araújo Filho] Nasceu em Macau[RN] em 04/12/1885. Filho de Joaquim de Araújo e Rosa W. Caldas de Araújo. Exerceu o comércio e a função de guarda-livros [contador] em Recife[PE]. Obras publicadas: Livro de Elza [1907]; Euchologium [1913]; Citharedo [1915]; foi colaborador dos jornais de Recife e do jornal A União da Paraíba. Foi redator do Heliopolis e diretor da revista de artes e letras Vida Moderna. Obs: dados extraídos da obra Poetas do Rio Grande do Norte, de Ezequiel Wanderley.

Da relação da Biblioteca de Benito Barros:

Citharedo, 1915; Sugestões de um poeta, 1945; Outra Jornada, 1951; O pássaro de sonho, 1955 e Chama Extinta, 1961.

Notas de Anchieta Fernandes sobre Araújo Filho in Poetas do Rio Grande do Norte de Ezequiel Wanderley, edição fac-similar de 1993.

Além dos livros mencionados por Ezequiel Wanderley, Araújo Filho publicou mais os seguintes: Arbo Mea [1924], Evangelho da Perfeição [1928], Cantos do Entardecer [1937], Última Colheita [1943], Sugestões de Um Poeta Persa [1945], Outra Jornada [1951] e O Pássaro do Sonho [1955]. Além do livro de Ezequiel e do Panorama da Poesia Norte-rio-grandense, Araújo filho foi incluído também no Panoramda da Poesia Brasileira, de Antonio Soares Amora e outros críticos, publicado no Rio de janeiro de 1960.

Araújo Filho no Panorama da Poesia Norte-Riograndense de Romulo C. Wanderley [1965]