Ernani da Silveira, que não “enricou” com a política

0

 

Foto da galeria dos ex-prefeitos de Nata www.natal-rn.gov.br

Morreu neste sábado [17] aos 86 anos o macauense Ernani Alvez da Silveira, sobrinho do Monsenhor Honório, considerado o “santo de Macau” pelos católicos. Ernani deixou Macau ainda moço e se destacou no meio político de Natal em razão de sua competência profissional e seriedade com a coisa pública. Foi Secretário Municipal de Desenvolvimento de Natal  [1960/1964] no governo de Djalma Maranhão, Presidente da Câmara Municipal e prefeito de Natal [1969] em substituição a Agnelo Alves, cassado pelo ditadura. Era abecedista e muito fez pelo clube. As informações nos foram passadas pelo macauense e Promotor de Justiça aposentado, Laércio de Medeiros Bezerra e pelo amigo da família, o compositor e poeta Gomes de Melo. Da equipe do baú de Macau

Deixe uma resposta