200 anos 200 histórias dos funcionários do Banco do Brasil

0

Do amigo Professor David Leite recebi o amável presente e assim que “bati o olho” na capa me veio a lembrança do BIP, o Boletim de Informação ao Pessoal, cuja característica marcante eram as ilustrações de traço retilíneo. O livro é uma seleção de textos escritos pelos funcionários do Banco do Brasil e que eram publicados no boletim. São histórias trágicas e cômicas acontecidas pelo Brasil afora e narradas pelos funcionários do BB. Por 23 anos trabalhei no Banco do Brasil, nas regiões Sudeste e Nordeste e pude verificar o quanto o Banco do Brasil é importante numa comunidade. Até a década de 90 o Banco do Brasil tinha um perfil mais de fomento e valorizava muito seus funcionários e as pequenas empresas cresciam sob sua orientação. O neoliberalismo mudou o rumo do BB e hoje as taxas de juros e as tarifas são as maiores do mercado financeiro mundial e só o lucro comanda suas ações.

De Claudio Guerra para o baú de Macau