Era o tempo do Jeep nas estradas salineiras

Foto de autor não ident.; Dra. Auzenda e seu filho Fernando de Goes em 1950 quando só circulava Jeep em Macau

Ele era feio, esteticamente sofrível, parecia pesado e desconfortável. Mas era ele que suportava as condições severas das estradas, caminhos e ruas da região salineira. Era o Jeep o veículo da Macau dos cinquenta ao setenta. Sua criação não foi para fins pacíficos. Consta que em 1940 – período da segunda grande guerra – 1939/1945 —  o exército norte-americano fez uma concorrência onde estipulava o tipo de veículo que queria e então, em meio às controvérsias da paternidade,  surgiu o Jeep, cuja denominação também é fruto de controvérsias.

Foto de autor não idenf. decada 1960, Jeep de José Horácio em dia de desfile em Macau. A menina é Anete filha de Luiz Bezerra e casada com Gustavo Cabral.

Em Macau eles eram poucos, mas era “pau pra toda obra”. Possuir um dava status. Ainda hoje encontramos alguns deles pelas ruas e estradas. Após o final da guerra ele tornou-se civil com algumas alterações técnicas. Em 1966 no Jaboatão do Guararapes em Pernambuco a Willys começou a fabricar o Jeep com tração nas 4 rodas, ele era chamado de “Chapéu de Couro”.

Pesquisa da equipe do baú de Macau

São vários filmes sobre o Jeep no Youtube. Selecionamos este que não é o melhor, mas é interessante.

http://www.youtube.com/watch?v=qAwfh4dcO5U