A fada do sal: uma poesia de Horácio Paiva

0

A fada do sal  

vestida de noite antiga

Claudio Guerra, 1983, salinas de Macau

 

pareceu-me ver

a fada do sal

 

 

e o terral a conduzia

no sonho de um tempo

que nunca existiu

(Horácio Paiva)

Deixe uma resposta