Uma poesia de Horácio Paiva

A  procurada

viera, a primeira,

cheia de enfeites.

gongórica,

não convencia.

(afinal, eu não queria uma festa).  

Desencontro, 2007, Cagê

 

 

a segunda não animava,

era muito pobre.

 

a terceira e a quarta

de sapatos altos

disputavam

um lugar ao sol.

 

a quinta, exibida,

pecava pela nudez esquálida

(dela não se extrairia

sequer um gemido).

 

a sexta, inconformada

neste mundo de disfarces,

perdia-se nas trevas.

 

a sétima, porém, viera do nada

com o charme da ilusão

e o dom da graça  -

 

esta é minha musa

esta é minha mulher.

                                               (Horácio Paiva)