Trotes e cochichos: o telefone em Macau.

Grahan Bell ou Meucci? Há divergências sobre a paternidade dessa fantástica invenção que é o telefone, criado por volta de 1860. No Brasil chegou com D. Pedro II que fundou em 1879 a Companhia Telephonica do Brasil. Consta que desde 1911 existiam telefones em Natal.  O memorialista macauense Getúlio Teixeira nos brinda com mais um texto de memórias, das fantásticas memórias macauenses.  

 

A primeira Companhia Telefônica de Macau

 

Seu Santos, 1960, Rua São José. À direita o prédio onde funcionou a primeira telefonica de Macau

Década de 1960. Funcionou no prédio onde foi o Hotel de Dona Irene, Quartel do Batalhão de Engenharia, Escritório da Petrobras, Casa do Estudante, Secretaria da Paróquia, etc., um local de muitos usos na Praça da Conceição e Rua São José. Ocupava uma parte do prédio que ficava na Rua São José.  A empresa foi fundada e administrada por três empresários da cidade, Virgílio Barbosa, Adauto Fonseca e Sadock Albuquerque.  Começou com cinquenta linhas telefônicas de apenas dois dígitos. O responsável pela manutenção do equipamento era o técnico em rádio, Manú de dona Angelina.  A instalação dos primeiros telefones nas residências e casas comerciais foi uma grande evolução para a época. A lista telefônica era um pequeno caderno com pouco mais de quatro paginas.

Com a novidade dos telefones surgiram também os “trotes”.  Seu Adauto foi uma das grandes vitimas. Telefonavam para seu armazém e perguntavam se tinha sardinha em lata. Com a resposta afirmativa, o gaiato dizia: Seu Adauto,  solte as bichinhas! 

Uma história do telefone em Macau:   Certa ocasião estava João Régio, mestre de embarcação no estaleiro da Henrique Lage Salineira, quando o vigia veio lhe avisar que Nilo Machado, o gerente da empresa,  queria falar com ele. —  Avisa a Nilo que estou indo! Respondeu prontamente.  Ao que retrucou o vigia: Mas, seu João, ele está no telefone!  E João Régio, aborrecido retrucou:  Este negocio de cochicho não é para homem, eu vou até o escritório! Tinha razão João Régio, nas relações humanas, o olho no olho é insubstituível.

Em 11 de março de 1964, ainda na presidência de João Goulart, presidente derrubado pela ditadura,  foi criada a Telern – Telecomunicações do Rio Grande do Norte que encampou a pequena telefônica macauense.

De Getúlio Teixeira [getulioteixeira50@yahoo.com.br] para o baú de Macau.