Marcio de Mello, poesia: O Nome da Rosa

0

O Nome da Rosa

 

rosasPodemos chamar de,

Anita, menina bonita.

Ou,

Beatriz, que será muito feliz.

Quem sabe

Carol? Feito um raio de sol

Por que não

Dyana é muito bacana.

Talvez…

Expedita a que será bendita.

E se fosse?

Francisca, que nasceu livre e assim será.

Tem

Gabriela cravo e canela.

E,

Helena, tocha de luz.

Também

Isabel tem gosto de mel.

E mais,

Josiane, a quem acompanha o divino;

Karina uma boa menina;

Malena da cor morena;

Neuma a que é única;

Ohana o dom gracioso de Deus;

Mais ainda:

Paloma, que será doce e terna,

Quézia que tem a beleza,

Regina, régia, rainha,

Sueli, graciosa, pura imaculada,

Tereza de rara beleza,

Ursula, pequena ursa,

Vania, portadora da vitória,

Wendi, justa, leal e honrada,

Xerazade filha da noite,

Yolanda flor de violeta,

Finalmente!

Zilma, que tem o coração agradecido.

Ah!, faltou a letra L.

Luiza. Sim, Luiza. Luiza esperada, Luiza querida,

Luiza amada, só Luiza, simplesmente Luiza.

 

Marcio de Mello, é macauense, poeta e mora no Recife, [março de 2012]

 

Enviada gentilmente pelo colaborador do site, Getulio Teixeira em fevereiro/2013.

Deixe uma resposta