A poesia inquieta de Leonam Cunha

0

LeonanCunha Genese poesia

Autor: Leonam Cunha

Obra: Gênese, poesia, 2012, Sarau de Letras Editora Ltda., Mossoró-RN,

ISBN: 978-85-60650-42-2

 

Excerto da orelha do livro por André Luiz Gomes de Oliveira: No nascimento da obra, parto de dor e luz, o leitor acompanha lúdico e extasiado, a gênese do que , antes, era apenas inquietação inominada.

 

 

 

 

Café

Café,

Para abrir os olhos,

Despertar

Permanecer atento

Ou a mudança te deixa para trás

 

Café,

Para não dormir;

Perder horas de sono,

Horas de livros ou filmes,

Horas de filosofia

 

Só por conta da escolha

De um futuro tão incerto

Que pouco me impulsiona

A permanecer acordado.

Deixe uma resposta