Ciência e arte: expressões máximas do ser humano

0
CERN

CERN

O CERN – Organização Europeia de Pesquisa Nuclear situado entre a Suíça e a França e que reúne cientistas do mundo todo avança com suas pesquisas para a compreensão da natureza.  Salutar. O que nos faz avançar é a incerteza e não fosse isso já poderíamos ter desaparecido da terra. A certeza está com os oportunistas que usam a ciência para manter tudo ligeiramente estacionado, que explicam tudo, não têm dúvidas e tripudiam sobre homens e mulheres de boa fé. Abaixo os dogmas, tudo há que ser explicado ou varrido. E penso que só há salvação na ciência e na arte e constatamos que há esperança para o homem quando nos deparamos com a declaração abaixo da cientista Fabiola Gianotti, do CER.

De Claudio Guerra para o baú de Macau

Conhecer e compreender as regras da natureza é dever e direito do homem como ser pensante. O cérebro nos mostra instintiva e racionalmente que queremos mais conhecimento. Nesse enfoque, a ciência vira irmã da arte. Para financiar artistas, vamos pensar sobre qual é a finalidade prática de pinturas e músicas? De forma alguma. Apoiamos a arte e a ciência por serem as expressões máximas do ser humano. 

Fabiola Gianotti, cientista italiana chefe do CER – Cento de Pesquisas Nucleares, que pesquisa o bóson de Higgs entrevista em abril de 2013.

Saiba mais sobre o CER e o bóson de Higgs, acesse:

http://translate.googleusercontent.com/translate_c?depth=1&ei=xzxxUf-NKImS9QTAkIDoBA&hl=pt-BR&prev=/search%3Fq%3Dlhc%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1440%26bih%3D770&rurl=translate.google.com.br&sl=en&u=http://home.web.cern.ch/about/physics/search-higgs-boson&usg=ALkJrhiGfcgzQNjby9WXIWgeUdELje95AA

Deixe uma resposta