10 anos da RDS Ponta do Tubarão, sem zoneamento e plano de manejo

0

Em julho de 2013, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão completará 10 anos de sua criação.  Até agora nem o zoneamento e nem o plano de manejo foram elaborados. Isso torna a reserva vulnerável.

 

Rancho de pescadores queimado na restinga do Tubarão. 1998. Arquivo Folha de Macau

Rancho de pescadores queimado na restinga do Tubarão. 1998. Arquivo Folha de Macau

Resultado da luta do povo, em especial da juventude e dos pescadores de Barreiras, Diogo Lopes e Mangue Seco, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão completará agora em 17 de julho de 2013, dez anos de sua criação. A reserva foi criada pela lei estadual 8.349, de 17 de julho de 2003 nos municípios de Macau e Guamaré no Rio Grande do Norte, na região compreendida pelo sistema estuarino do Rio Tubarão, a Ponta do Tubarão as dunas e as restingas vizinhas dos distritos de Diogo Lopes, Barreiras, município de Macau e Mangue Seco, município de Guamaré.

Ameaçada pela especulação imobiliária a partir do final do século passado, a criação da reserva teve como objetivo preservar a natureza e, ao mesmo tempo, assegurar as condições e os meios necessários para a reprodução, a melhoria dos modos e da qualidade de vida e exploração dos recursos naturais pelas populações tradicionais, bem como valorizar, conservar e aperfeiçoar o conhecimento e as técnicas de manejo do ambiente desenvolvido por estas populações. É preciso destacar que a maioria dos grandes empreendedores no litoral do Rio Grande do Norte não tem nenhum respeito aos nativos e buscam lucro rápido. Depois que realizam seu capital, vendem os empreendimentos e vão explorar outros lugares.

Incomoda-me muito a fato da não existência do zoneamento e do plano de manejo, pois não foi definido o que pode e o que não pode na reserva que fica assim vulnerável ao avanço desenfreado daqueles que buscam lucro sem respeitar nada e ninguém.

De Claudio Guerra para o baú de Macau

Leia mais sobre a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão, acessando:

http://www.obaudemacau.com/?page_id=20569

Deixe uma resposta