Mangue Seco, Guamaré, Rio Grande do Norte

0

 

Refinaria Clara Camarão, Mangue Seco, Guamaré

Refinaria Clara Camarão, Mangue Seco, Guamaré

Os Torres do Cururu, por João Felipe da Trindade (jfhipotenusa@gmail.com), Professor da UFRN, membro do IHGRN e do INRG

Meu trisavó, citado acima, era filho de Francisco Xavier Torres e Úrsula Córdula do Sacramento (do Espírito Santo, em outros registros). Era natural de Extremoz, mas morador na Freguesia de Touros, segundo os registros paroquiais de Angicos. Pelo seu óbito, meu trisavô nasceu por volta de 1810. O documento de doação de terras, para Nossa Senhora da Conceição de Guamaré, é datado de 1783, sendo os doadores Francisco Xavier Torres e sua esposa Maria Gomes da Silva. Constava nesse documento que eles, os doadores, eram antigos moradores de Mangue Seco. Por outro lado, em 1762, Francisco Xavier Torres, o síndico do convento de Frei Aníbal, já era pai de um jovem Torres que acompanhou Frei Aníbal e, alem disso, tinha uma filha, casada com Antonio Machado, que morava em Caiçara. Outra informação interessante, é que um irmão de meu trisavô tem Gomes no sobrenome, como é o caso de Felis Gomes Torres que casou com Joanna Francisca da Costa, filha de Roberto da Costa Gomes e Rita Antonia do Espírito Santo, tendo sido dispensado no segundo grau de consanguinidade. Roberto da Costa Gomes devia ser irmão de Úrsula Córdula, talvez parente de Maria Gomes da Silva, doadora da Capela.

Leia o texto completo em: http://putegi.blogspot.com.br/2013/06/os-torres-do-cururu.html

Deixe uma resposta