Poços no caminho de Macau

0

Desde a sua criação, primeiro como IOCS – Inspetoria de Obras contra a seca [Decreto 7.619 de 21/10/1909], depois transformado em IFOCS  – Inspetoria Federal de Obras contra a seca[Decreto 13.687 de 9/7/1919]  e finalmente como DNOCS – Departamento Nacional de Obras contra a seca [Decreto-lei 8.486 de 28/12/1945],  a finalidade do órgão foi a realização de todas as obras destinadas a prevenir e atenuar os efeitos da seca. Na estrada  Natal-Macau, hoje BR-406 encontramos 3 poços, instalados à margem da estrada. O primeiro no povoado de Arueira de 1937, o segundo próximo do povoado de Trincheiras [km. 70], cuja placa está ilegível e o terceiro no Campo de Serra Verde, próximo ao distrito de Baixa do Meio, município de Guamaré, de 1935. Seria bem interessante que algum pesquisador buscasse estudar estas e outras instalações da região, cuja finalidade era fornecer água de maneira constante para a população.

INOCS Aroeira 2

Arueira, 1937

Arueira, 1937

 

 

 

 

 

 

 

 

Trincheiras - km. 70, foto 1

Trincheiras – km. 70, foto 1

Trincheiras - km. 70, foto 1

Trincheiras – km. 70, foto 1

 

 

 

 

 

 

 

Campo de Serra Verde, 1935

Campo de Serra Verde, 1935

 

 

 

 

Campo de Serra Verde, 1935

Campo de Serra Verde, 1935

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta