Veríssimo de Melo: As maldades do coronelismo: Elias Souto e a Calistenia de Pedro Velho

0

coronelismo260908O fundador do jornal “O Macauense” [1886] foi Elias Souto, abolicionista e monarquista. Foi um jornalista combativo por suas ideias e fundou vários jornais no Rio Grande do Norte, entre eles o Diário de Natal em 1895. Travou renhida disputa política com o governador Pedro Velho que aproveitou a reforma do ensino e transferiu Elias Souto, professor de matemática em Ceara Mirim para Pau dos Ferros como professor de Calistenia. A Calistenia, do grego, Kallos + sthenos + ia, significa exercícios físicos desenvolvidos para melhorar ou aperfeiçoar o corpo, aumentar a beleza e a força. Hoje é matéria obrigatória dos currículos escolares com o nome de Educação Física.

Ocorre que Elias Souto era paralítico e usava cadeira de rodas para a sua locomoção.

Pesquisa na obra Patronos e Acadêmicos de Veríssimo de Melo. Pongetti, 1972, Rio.

Deixe uma resposta