Desde o Guaxinim

10
Das belas recordações de Jeová, menino que criava garças brancas no Guaxinim de Macau. [2]
O meu mundo do Guaxinim era de cheio mistérios e de monstros dos mangues, dos mares e das gamboas. Era um mundo verde e azul. No Guaxinim, de branco só as almas que vagavam pelas gamboas escuras e as garças que eu pegava com um artifício: a maré baixava e surgiam lagoinhas por entre as croas. Ali, eu facilmente apanhava os morés boca de ouro e outros peixinhos e os colocava num vidro; depois escolhia uma garça das centenas que ficavam por ali buscando comida e então eu cortava os peixinhos em pedacinhos e ficava entretendo a garça até a maré subir e molhar suas asas, e aí, ela com as asas encharcadas, voava pouco, quase nada e era presa fácil para nós crianças.
O mar era grande. Ah!, como era grande o mar do Guaxinim! E os pescadores desapareciam naquele vasto mar desconhecido e nunca mais eram encontrados; depois, algumas vezes, apareciam destroços de embarcações lá pelo Ceará e mais nada. E ficava por isso mesmo. Sumiram e pronto. As sereias existiam. Não ali, mas bem longe, depois das urcas e dos cabeços entrando pelos mares profundos e o canto delas encantava os pescadores, que se perdiam e desapareciam. Iam para o fundo do mar viver com as sereias. Meu pai era Antonio Nascimento da Silva que também atendia por Antonio Painha. Aliás, ele só atendia por Antonio Painha. Minha mãe era Toinha e eu me lembro dela vestida numa jardineira verde, da cor do mangue sapateiro quando brota.

Gamboa e manguezal

Meu pai trabalhava muito, mas muito mesmo. Quando não era na pescaria, estava lá pelas Umburanas, como o povo chamava e que os coronéis chamavam Imburanas. Ali sim, era um mundo branco. Tão branco que queimava os olhos. Meu pai quebrava o sal com uma picareta e depois enchia um carro de mão, por esse tempo já não tinha mais balaio, nem calão. Do carro de mão para uma carreta e daí para as Umburanas formar as pirâmides de sal. Era um mundo branco e luminoso de sal, de sol, de muito trabalho e de pouco dinheiro para o meu pai.
O primeiro dia que fui levar o almoço do meu pai lá nas Umburanas, naquele   mundo branco de sal, fui cortando por entre gamboas e mangues, procurando o terreno firme e seco da ilha.E fui. Estava tão importante nessa missão com o almoço do meu pai cheirando gostoso. E eu com uma fome danada, pensando em voltar correndo para também comer daquele peixe frito que só minha mãe na sua jardineira verde sabia fazer, quando de repente, um um gemido longo e estridente que eu nunca ouvira na minha vida, veio eu não sei de onde. E eu sozinho naquela imensidão dos aterros dos baldes de água vermelha, quase sangue e quase sal. Tremi e e gritei pedindo a proteção da Nossa Senhora dos Navegantes que era a nossa santa de salvação dos males e perigos. Hoje, quando me lembro, rio. Mas, aquele acontecimento foi talvez o mais terrível da minha vida. Um canto sofrido, um lamento estranho vindo pelos ares, se espraiando por aquela imensidão de água, de sal e de nada!
Mas enfim, era a sirene das Umburanas tocando para avisar que era a hora do almoço dos trabalhadores do sal. Mas eu não sabia e então com medo, com muito medo daquela sereia malvada que queria me levar para as profundezas do mar, larguei tudo e voltei em disparada. Cheguei chorando e sem fala. Nesse dia meu pai só não ficou sem almoço porque a solidariedade dos trabalhadores do sal não deixava que ninguém ficasse sem almoço. Depois, quando ele chegou em casa à noitinha, todos riram de mim. Eu também ri, envergonhado, mas ri.

10

  1. hollister disse:

    Fetching stage of content. I very recently stumbled upon your trap milieu and in accession chief to assert that I acquire in certainty enjoyed account your blog posts. Any avenue I will be subscribing to your feeds and flush with I accomplishment you access dependably fast

  2. This document is a good report, I am delighted to see that this great article writer, just like We, our cycling tops shop is also such.In whatever way I will be registering to your increase and even We http://www.jerseyzshop.comCheap Nike NFL Jersey

  3. ugg disse:

    I’ve not found what I desired

  4. ???????? ??? disse:

    I’m pleased, I need to say. Really infrequently do I come across a blog that’s both educative and amusing, and let me tell you, you have hit the nail on the head. Your theory is outstanding; the problem is something which inadequate people are talking wisely about. I’m happy I found this within my try to find something relating to this.

  5. My husband and i got quite glad that Jordan could round up his inquiry through your precious recommendations he obtained through the web site. It is now and again perplexing just to find yourself giving away solutions which usually men and women might have been selling. So we grasp we need you to be grateful to because of that. Most of the explanations you’ve made, the simple web site menu, the friendships you will help to engender – it’s got everything powerful, and it’s really letting our son and the family understand that topic is excellent, which is exceedingly serious. Thanks for everything!

  6. Anônimo disse:

    US science agency Noaa to deliver annual report on polar region after year of record-breaking and extreme weather events

  7. Thank you seeing that sharing distinguished informations. Your web-site is pure cool. I’m impressed near the details that you press on this site. It reveals how nicely you infer this subject. Bookmarked this cobweb age, wishes give up underwrite repayment for particularly articles. You, my pal, ROLL! I originate upright the dirt I already searched high and upright could not come across. What a great web-site

Deixe uma resposta