Uma rua e seu personagem: do Macauísmos de Benito Barros

0

 

João Amaral, Arquivo de Hilma Coutinho Melo

João Amaral, Arquivo de Hilma Coutinho Melo

Na página 118 da segunda edição do livro, no alto está o verbete da rua João Amaral. Descreveu Benito sobre o personagem que dá nome à rua: João Fernandes do Amaral. Nasceu em Maracajaú, C E, em 1877, filho de Ricardo do Amaral e Margarida Fernandes do Amaral. Veio para Macau aos 15 anos. Trabalhou em Severo & Irmão e na Prefeitura Municipal. Casou-se com Ângela Montenegro. Faleceu aos 70 anos de idade

Deixe uma resposta