Um cidadão e suas obras: em texto e fotos

0

Na página 119 da segunda edição de Macauísmos, ao centro está o verbete rua João Melo.

Descreveu Benito Barros sobre o personagem que foi prefeito de Macau:

João Fernandes de Melo. Nasceu em 1903 e faleceu em 26/03/65. Administrou Macau durante treze anos, de 1935 a 1948, quando comprou à Companhia Comércio e Navegação o perímetro urbano da cidade por cem contos de réis.

 

Cooperativa, década de 1960, hoje Câmara Municipa, Arq. Hilma Coutinho Melo

Cooperativa, década de 1960, hoje Câmara Municipa, Arq. Hilma Coutinho Melo

[…]Eleito presidente da Cooperativa do Crédito Popular e Agrícola de Macau, construiu o prédio sede, hoje Câmara Municipal de Macau. Foi deputado estadual…

[…]Deixou inúmeras obras na cidade, entre elas: a sede da Prefeitura Municipal, do Correios e Telégrafos, matadouro municipal, primeira biblioteca pública, maternidade José Varela, Mercado do Peixe, posto de Saúde, praça do coreto, atual praça Mons. Honório, rampa do mercado, diversas embarcações para o transporte de água Barreiras/Macau, várias obras em Pendências, na época distrito de Macau e grupos escolares nos distritos de Barreiras e Várzea Cercada. oVN-4p.1[*]

Posto de Higiene na rua Padre João Clemente, década 1950 hoje Posto de Saúde, Arq. Hilma Coutinho Melo

Posto de Higiene na rua Padre João Clemente, década 1950 hoje Posto de Saúde, Arq. Hilma Coutinho Melo

 

[*] Benito transcreveu o texto possivelmente do Jornal Voz de Macau publicado em maio de 1951.  Não existe a abreviatura — oVN-4 p.1 — nas abreviaturas do seu livro.

Deixe uma resposta