O Fandango e a Nau Catarineta [4]

0

 

Nau Catarineta, Macau-RN, década 1950

Nau Catarineta, Macau-RN, década 1950

Antonio Madureira, músico de primeira grandeza que nasceu em Macau [RN] em 1949 e um dos fundadores do Movimento Armorial no Recife é autor de Brasílica – o Romance da Nau Catarineta. Para ele,  é um romance antigo, uma estória ainda do tempo das navegações, faz parte do romanceiro lusitano, que veio para o Brasil, para o Nordeste, inclusive o núcleo dramático desse romance também é o núcleo dos espetáculos populares conhecidos como Fandango, Chegança, Catarineta, como também existe a forma simplesmente poética do romance. É uma aventura marítima em que uma Nau se perde em alto mar e a tripulação, no desespero, é obrigada a sortear um dos tripulantes para ser executado. E, aparece uma figura que propõe ao capitão da Nau, que ele teria a solução para aquele impasse. O capitão vai negociar com ele e, no final dessa negociação, fica claro que a figura queria ser possuidor da própria Nau ou da alma do capitão. Na verdade, essa figura seria o demônio. Mais uma vez, o mito do Fausto. E o capitão prefere se atirar ao mar, naturalmente que pela sua bravura, os anjos aparecem no momento e o salva das águas e o demônio perde mais uma vez. Contam alguns historiadores, Luís da Câmara Cascudo, por ex., que esse romance da Nau Catarineta, essa estória, existe baseado em um acidente marítimo que aconteceu. Existem algumas hipóteses, como também entre uma delas é que essa Nau saiu de Olinda. Ia saindo daqui para Portugal quando se deu um acontecimento parecido. Outros dizem que o fato se deu pelas Índias. Outros acham que isso é só uma lenda antiquíssima do imaginário do povo.

 

Nau Catarineta, Macau-RN, década 1950

Nau Catarineta, Macau-RN, década 1950

 

Belíssimo o espetáculo O Romance da Nau Catarineta de 1997 do Balé Popular do Recife no Teatro Guararapes. Veja acessando: http://vimeo.com/23973307

Para saber mais do músico Antonio Madureira, acesse:

http://www.obaudemacau.com/?page_id=2721

Deixe uma resposta