Mestre Avelino no Dicionário da Música do Rio Grande do Norte, de Leide Câmara

0

AVELINO FAUSTINO DA COSTA (Mestre Avelino)

 

Década 1950, Mestre Avelino e a Banda de Música de Macau. Foto: E. Valle

Década 1950, Mestre Avelino e a Banda de Música de Macau. Foto: E. Valle

Compositor, instrumentista e regente, “Mestre Avelino”, como era conhecido, nasceu na cidade de São Vicente (RN), em 15 de janeiro de 1909. Filho de Faustino Florentino da Costa e Francisca Avelino da Costa, foi casado com Maria Alves de Paiva, com quem teve oito filhos.

Iniciou a carreira de músico ainda muito criança. Seu professor foi o músico e compositor Felinto Lúcio Dantas. A primeira banda da qual participou foi a de São Vicente. O seu primeiro instrumento musical foi um pífano de taboca. Foi tarolista e chegou a tocar todos os instrumentos da banda. Nenhum instrumento tinha segredo para o músico: executou flauta, órgão, bandolim, violão, violoncelo e contrabaixo de corda, sendo seu instrumento predileto o saxofone alto em mi bemol.

A partir de novembro de 1927, foi mestre da Banda de Música de Macau RN, a convite do prefeito daquela cidade, Armando China, e permaneceu por mais de 18 anos nessa função, apresentando-se com grande sucesso em Natal. Em seguida, transferiu-se para a capital, passando a integrar a famosa Banda de Música da Aeronáutica. Veio a se reformar, sem sair do mundo da música e, talvez por fidelidade à vocação, tornou-se um exímio afinador de piano.

Avelino Faustino fez a orquestração do hino Cidade da Esperança, de autoria do potiguar Vitoldo de Noronha, em homenagem ao governador Aluízio Alves, pela construção do bairro Cidade da Esperança, em Natal.

Compôs vários dobrados, valsas, sambas, choros, Fox, ladainhas, novenas, marchas, frevos-canções, hinos e serestas. São inúmeras as suas composições, destacando-se entre outras, Adeus Macau (valsa), Hino do Centenário, Hino Nossa Senhora dos Navegantes e Saudades de Pititinga. Tem músicas gravadas em compacto duplo pelo Projeto Memória, da UFRN, interpretadas pelo grupo Choro Brejeiro. “Mestre Avelino” faleceu em primeiro de junho de 1982, em Natal.

Musicografia existente no Acervo:

Adeus Macau, interpretação do Choro Brejeiro. Compacto duplo. Músicas de Avelino Faustino da Costa. Gravação UFRN em 1983.

Brincando com meus netinhos. Interpretação do Choro Brejeiro. Compacto duplo. Músicas de Avelino Faustino da Costa. Gravação UFRN em 1983.

Saudade do Rosário. Interpretação do Choro Brejeiro. Compacto duplo. Músicas de Avelino Faustino da Costa. Gravação UFRN em 1983.

 

Da obra: Dicionário da Música do Rio Grande do Norte, de Leide Câmara