Rubens Lemos

0

Até amanhã, se deixarem: Rubens Lemos, um sertanejo e sua luta

Rubens LemosO DHNET, o Centro de Direitos Humanos, o Comitê Estadual da Verdade do Rio Grande do Norte e o Sindicato dos Empregados no Comércio do Rio Grande do Norte, prestam um grande serviço à memória das lutas populares com a edição do DVD  Rubens Lemos. É  o volume 3 das Memórias das Lutas Populares no Rio Grande do Norte.

A entrevista com Rubens Lemos é importante para conhecermos alguns aspectos da luta política nos idos dos sessenta. Ele  nos mostra o cenário anterior ao golpe de 1964 e como se desenvolvia a organização popular dos trabalhadores naquele período de esperança de vida melhor para todos com as reformas de base do governo João Goulart, o Jango.

Rubens Lemos se emociona várias vezes ao lembrar companheiros, torturas e torturadores e afirma que na sua luta foi obrigado a não ter medo e recorda  o programa radiofônico onde encerrava com o até amanhã, se deixarem.

É preciso entender que Rubens Lemos foi um dos que lutaram e dedicaram grande parte da sua vida pelas conquistas democráticas que gozamos hoje quando ninguém precisa despedir-se com o até amanhã, se deixarem.

De Claudio Guerra para o baú de Macau

acesse: www.dhnet.org.br