Um poeta macauense saúda um poeta cubano

0

Cuba

Em Natal, divulgando o seu último livro, Eu conheci Benny Moré, sobre a vida e obra de um dos maiores músicos cubanos, o poeta Félix Contreras foi entrevistado pelo Jornal de Hoje. A entrevista está na página 19, Caderno de Cultura, Jornal de Hoje de 18 e 19 de junho de 2011.

Amigo de longa data de Félix Contreras, o poeta macauense Horácio Paiva, saudou o poeta cubano com este poema de puro enternecimento.

Félix Contreras, poeta cubano

MONTADO NA LUA (Improviso para o querido poeta Félix Contreras)

em natal cantavam galos

e horácio e rosália e capistrano e wlademir e

willington e raimundinha e anchieta e fernando e

marcos e jair e hermano e paulo e pablo e helena e

edmundo e hermínio e carlos e marlene e olavo e

ângelo e joão pedro e feitoza e cláudio

todos em coro diziam:

venha!

venha com sua amada leda

encantada com o amor

venha!

e o poeta

gajeiro audaz

entre mambos boleros

tangos e habaneras

montado na lua cheia

sobre nuvens de fumaça

e caldeirões de vinho

do cesto da gávea

avista a terra do sol

diz alvíssaras!

e a abraça

no coração

versos

e nos pés espirituais

a dança

(Horácio Paiva –Natal, 19/06/2011)

Deixe uma resposta