Meu pai, didático.

0

raia decada 1950 no  blog rio negrinho no passadoToda vez que exagerávamos  em alguma coisa que nos beneficiava, lá vinha o meu pai com suas histórias educativas. Uma delas, era sobre a super-exploração. Ele e os irmãos gostavam de correr a raia – espalhadas pelo interior de São Paulo até os 1950 – hoje,  hipódromo. As apostas eram altas e se ganhava algum dinheiro. Chegaram com a égua que prometia muito e correram uma, duas, tres e ganharam todas, mas o animal demonstrava  muito cansaço. Papai ainda criança pediu para Tio Mateus,  o irmão mais velho que não corresse mais. O tio Mateus,  ganhando todas e embolsando um bom dinheiro nem ouviu e na quarta corrida e égua morreu de exaustão.

De Claudio Guerra para o baú de Macau