Pequena Ode à Aranha

0

DSC04174Solitária, sutil, serena.

Começas a trabalhar à madrugada.

 

Puxas, desces,

Sobes, repuxas,

Cerzes, teces

A rede de fios,

E fazes a casa.

 

Se outra utilidade

Em ti não descubro,

A não ser o insetos

Nocivos que devoras,

Em ti contemplo

E louvo a sutileza

Do trabalho,

E o exemplo

Da delicadeza.

 

In Diário Náutico- Obras Completas, volume 1,  pagina 142 Gilberto Avelino  (O Navegador e o Sextante)