O mestre do Valadão – Professor Gabi

Um mestre no Valadão: Alfredo Gabi de Paiva

Professor Gabi, década 1980, Jorge Foto

Professor Gabi, década 1980, Jorge Foto

O Mestre Gabi concluiu o curso pedagógico em 1972, no CEIMH, com 42 anos de idade, quando já exercia o ofício de professor há mais de 20 anos, na sua Escola Particular Jesus Mestre Divino. Essa escola era localizada na esquina da rua João Amaral com a travessa do mesmo nome, no Valadão. Ele chegou em Macau em 1955, como cabo da Polícia Militar. Exercia as duas funções, sendo a de professor uma tendência natural e também um complemento da sua renda, ensinando os filhos dos seus colegas de quartel.

Professor Gabi, década 1990.

Professor Gabi, década 1990.

Em 1976, Gabi pediu baixa da polícia, após 25 anos de serviços. Era popularmente conhecido por Cabo Gabi. “O meu trabalho como professor sempre foi muito mais criticado do que reconhecido […] Ninguém nunca deu um banco ou carteira sequer para que os alunos pudessem se sentar”, disse ele. Ensinou também na Escola Municipal Joana Sampaio, até 1993, quando se aposentou. Gabi faleceu em 2001, com 71 anos de idade.

Páginas 302 e 303, da obra Um Rio Grande e Macau de Getúlio Moura, ICEC, Macau RN, 2005.