Luta de classes

0

Charge para artigo luta de classesEmbora os donos do poder e seus obedientes noticiaristas insistam em dizer que não existe mais, não há como esconder a realidade. Esta, nua e crua nos mostra que a luta de classes existe e funciona. O embate, quase sempre mascarado como de cor, de raça ou de cunho regional, é a  luta de ricos contra pobres.  Assisti ontem, 19/4/2015 uma pequena parte do chamado Fórum de Comandatuba, transmitido pelo TV Record. O Fórum é promoção Grupo de Líderes Empresariais e começou no dia 18 e vai até o dia 21 e pretende  debater “O Papel dos Líderes no Desenvolvimento Econômico e Social na América Latina”. Penso que estes líderes estão mais afinados com o capital internacional.  A parte que assisti foi bem interessante, pois deixou bem claro o que desejam. Buscam  deseleger a presidente Dilma Rousseff apostando em alguma desobediência à lei por parte da presidente. Deram até um “pito” no presidente da Câmara o deputado Eduardo Cunha, visto como um desobediente. Nos finalmente entendemos que a posição da burguesia é um avanço, pois em 1964 usaram o argumento dos fuzis com o golpe contra o presidente João Goulart que pretendia fazer reformas que reforçariam a burguesia mais comprometida com o Brasil. O golpe infelicitou o país por mais de duas décadas e prendeu, torturou e matou centenas de patriotas brasileiros. Para o  marxismo21.org, esta  direita ideológica e orgânica busca construir uma hegemonia calcada em posições de extremo reacionarismo, “através do uso de instrumentos de formação da opinião pública”.  Para saber mais sobre o assunto, acesse:  http://marxismo21.org/

De Claudio Guerra para o baú de Macau