Enigmas: uma poesia de Horácio Paiva

0

ENIGMAS

I

cria-se o palco

e a esfinge quer falar

 

não a esfinge                                      cage sem titulo

mas você

que sempre morrerá

devendo explicações

II

há surpresas no vazio?

alguns dizem que sim

outros que não

 

tudo depende

de como você

se posiciona

 

de qual recanto

de sua alma

você observa

 

(Horácio Paiva, in “No limbo, nus”)