1966 em Ceará Mirim: bela do sal é rainha do açúcar. Da obra O Cultivador de Amizades

0

O cultivador de amizades dr ZacariasObra: O Cultivador de Amizades

Autora: Gianine Cunha Costa

Natal-RN, 2002 Edição do autor, ISBN: 85-902861-1-8

 

 “Curiosidades em Ceará-Mirim

Em matéria veiculada no Diário de Natal, do dia 5 de dezembro de 1966, à página 4, o jornalista Aderbal França, um dos fundadores do periódico, assinando como “Danilo” assim se expressou, no artigo: “Gostinho de açúcar, no qual inclusive reproduz um poema de Palmyra Wanderley, onde fica patente a ironia de que uma jovem da terra do sal (Macau) foi eleita a rainha do açúcar, em Ceará-Mirim”.

Para Rogerinha, beleza morena – Eleita Rainha do Açúcar

 

Que ironia do destino!

Que bela contradição!

Que não se entende, afinal…

Pois a rainha do açúcar

Não é da terra do sal?

 

A beleza adolescente

Não amarga nada, não…

Tem um cortiço de abelha

Dentro do seu coração

 

Diz Garret, seja verdade,

“O dôce amargo é saudade”                                    

Também pode ser  amôr…

Só conheço doce amargo

 

Em Rogéria, linda flor,

Que em Macau sendo nascida

Como nasce um querubim,

Foi a Rainha do açúcar

Na terra do vale doce

Chamada Ceará-Mirim

 

Palmyra Wanderley

 

Páginas 197/198 (excerto) da obra O Cultivador de Amizades