Alguém falará por mim: uma poesia de Horácio Paiva

0

ALGUÉM FALARÁ POR MIM

Aos que não conseguiram nascer

 

aborto

 

 

alguém me surpreenderá

em pleno deserto

 

e vendo-me sozinho

em nuvens de areia

virá em minha defesa

 

alguém falará por mim

dentre a multidão de cegos

em meio a insultos

flagelos e condenações

 

alguém falará por mim

enquanto eu não tiver voz

e na antessala do futuro

–  pária em minha própria terra  –

cortarem-me a palavra

 

alguém não me negará

quando em sacrifício tiver

a cruz em meus ombros

e no calvário esperar

a luz da verdade

 

 

(Horácio Paiva)