A árvore dos gatos [poesia]

0

A árvore dos gatos

Para Clarissa

A menina estava encantada,

tudo era deslumbramento.

Passeio no campo do campus,

florzinhas azuis e amarelas,

capinzinhos rosados e tenros,

máquina cuspindo dinheiro,

sorvete em copinho de funil

e uma árvore parindo gatos.

 

Uma árvore parindo gatos?

 

Sim, um árvore que pari gatos,

que tem tronco, folhas, flores e

gatos.

 

Uma árvore que neste dia,

cúmplice,

 

resolveu parir gatos.

Gatos pretos, brancos, amarelos e listrados, mas

também azuis, vermelhos e verdes,

Grandes, grandões, pequenos e pequeninos.

Tudo era deslumbramento.

A menina era encantada.

 

Antonio Nogueira (Claudio Guerra)