Sem Paisagem

0

Obra: Sem Paisagem – Memórias da Prisão; Autor: Moacyr de Góes; Sebo Vermelho; 2004; Natal[RN], CDD 920 CDU 920.91 Apresentação [excerto] … Neste sentido, o livro dá um testemunho extremamente importante e resgata a história recente da cidade de Natal, não só nos seus aspectos políticos, mas, principalmente, do seu lado humano. … Essas são as lembranças de um homem, que com um punhado de outros, acreditava, e, portanto, estava – a fazer a revolução brasileira, tendo como trincheira, a cidade de Natal, no início da década de 1960. Quem são esses homens e mulheres que, na cidade de Natal, puseram em risco a segurança do sistema político e passaram tantos meses e até anos nas prisões militares, acusados de subversivos? … … O governo de João Goulart e o poder político apontavam para as mudanças. O medo tomou conta das elites atrasadas e reacionárias. Os EEUU, através da Aliança para o Progresso, criaram dois focos principais de ajuda à contra-Revolução Brasileira; no Nordeste, no governo do Sr. Aluízio Alves, o anti-Arraes, e no Sudeste, no governo do Sr. Carlos Lacerda, o anti-Jango.  Nas páginas 109 e 178 o autor registra os companheiros de prisão de Macau, entre eles o deputado Floriano Bezerra e o sindicalista Chico Mariano, dentre outros.