Dois livros de Djalma Maranhão no Exílio

Moacyr de Góes[org.] ; Dois livros de Djalma Maranhão no Exílio; Prefeitura Municipal do Natal, 1999.

O livro trata da Campanha De Pé no chão também se Aprende a ler e faz menção de sua extensão até Macau, em razão de um convênio com a Diretoria da Federação dos Trabalhadores na Indústria com a Prefeitura de Natal através das escolas mantidas pelos sindicatos. [p.134]

No Têrmo de declaração que presta o indiciado Djalma Maranhão em 29/7/1964 no Quartel do Comando Geral da Policia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, ele declara que não tem ligação com as Ligas Camponesas da qual era Presidente deste Estado o ex-Deputado Floriano Bezerra de Araujo.[p.281]