Proler – Um convite à leitura…

0

 

“Chega mais perto e contempla as palavras.

Cada uma

Tem mil faces secretas sob a face neutra

E te pergunta sem interesse pela resposta

Pobre ou terrível, que lhes deres:

Trouxestes a chave?”

 

Carlos Drummond de Andrade

 

Falar sobre o Proler é antes de tudo falar acerca do desejo de ter um país de cidadãos. Um país onde a prática da leitura venha a ser um instrumento de conquistas: de prazer, de conhecimento, de informações, de entendimento de si mesmo e do outro no espaço da interação social e, finalmente, um instrumento de conquistas políticas.

Só quem lê, interpreta, questiona, julga, exercendo um direito de todo ser humano: o direito de ser cidadão.

Mas o que significa o Proler?

O Proler é um programa nacional de incentivo à leitura, vinculado à Fundação Biblioteca Nacional, do Ministério da Cultura, sediado na Casa da Leitura no Rio de Janeiro.

Este programa de leitura tem como objetivo o estabelecimento de uma política de promoção do interesse nacional pela leitura – o resgate da leitura como atividade lúdica, a estruturação de uma rede de projetos capazes de consolidar, em caráter permanente, as práticas leitoras e criar condições de acesso ao livro. Este objetivo consolida-se mediante estímulos à capacidade de ler texto e contexto numa relação íntima entre o mundo da leitura e a leitura do mundo, incitando o leitor em formação a interagir com essas leituras numa atitude que envolve o refletir e o questionar possibilitando-lhe sua participação efetiva como cidadão e despertando-o para a importância do ato de ler no desenvolvimento sócio-econômico e político do país em relação à economia mundial.

Suas metas são a formação de agentes de leitura, a ampliação e dinamização das bibliotecas e a constituição de uma cadeia de informação sobre a leitura e o uso de tecnologia multimídia.

Quanto à operacionalização do programa esta ocorre a partir de princípios que passam pela valorização e recuperação do contato com a oralidade mediante os contadores de histórias que tanto recuperam a memória dos relatos da tradição popular como promovem autores clássicos e contemporâneos. Além das ações práticas, o Proler propõe abordagens teóricas em conferências e mesas-redondas que contam com a presença de especialistas e pesquisadores do tema leitura. Desse modo, une teoria e prática oferecendo. Também, oficinas a fim de exercitar o público-alvo na experiência da leitura prazerosa.

 

Folha de Macau, Ano II, nº 16, junho/1998