Companhia de um coração: a saudade

0

COMPANHIA DE UM CORAÇÃO: A SAUDADE
Companhia inseparável
De um coração sofredor,
Como é cruel
Quando entras e permaneces
Por tão longo tempo,
Sem dó nem piedade,
Alheia a tudo e a todos,
Onde és,
Rainha e senhora, nos dias sem sol,
Sombrios,
Atormentando com recordações,
da terra onde nasci,
De dias, outrora felizes,
Que jamais deixarão de vaguear,
Neste coração triste,
E que tu, SAUDADE,
Teimas em ficar.
Para que ele nunca se esqueça
De MACAU, minha terra,
Que ainda,
Por tanto tempo,
Neste coração permanece!!!!

Deixe uma resposta