Professor Antonio Cândido

1

Dessa tremenda figura de mulher, em que o Chiquinho pusera toda a sua alma de artista, sobressaíam impetuosamente, quase escandalosamente, os dois peitos enormes, formidáveis, mais duros que dois penedos, com os bicos rígidos, apontados para o salão, como se oferecessem ao juiz, ao Conselho de Sentença e ao povo a abundância e a força do seu leite.”, do romance Macau, de Aurélio Pinheiro.

Postamos este trecho do romance de Aurélio Pinheiro porque o Professor Antonio Cândido no seu depoimento ao Simpósio Graciliano Ramos – 75 anos do livro Angústia, promovido pela TV Cultura agora em setembro, cita Aurélio Pinheiro como um dos autores nordestinos importantes da época – década de 30 – No depoimento o professor define a palavra macau como trabalhadores de salinas. Foi a primeira vez que ouvi essa definição. Vale a pena ver a entrevista.

De Claudio Guerra para o baú de Macau.

Assista ao vídeo aqui

1

  1. Wow, superb blog layout! How long have you been blogging for? you make blogging look easy. The overall look of your site is fantastic, as well as the content!
    louis vuitton handbags http://higts.overblog.com/

Deixe uma resposta